Abaré-BA: Denuncia: Prostituição infantil e consumo de drogas tomam conta das noites de Ibó-BA.

Ibó município de Abaré, Região Norte do Estado da Bahia, precisa urgentemente da atenção das autoridades. Pois de acordo com um cidadão o pequeno Distrito está mergulhado na prostituição infantil e no consumo de drogas, o que foi confirmado por outras pessoas que moram nas imediações da BR 116.O tema é delicado e precisa urgentemente ser tratado com toda atenção possível por parte da Gestão Municipal, por conta disso tivemos na Prefeitura de Abaré e procuramos falar com o Prefeito Fernando Tolentino ou com o responsável pela comunicação, não fomos recebidos e saímos de lá sem sabermos qual o posicionamento oficial do Governo Municipal em relação a esta denuncia.O Ibó Bahia passou a ser roteiro oficial de muitos caminhoneiros desde que o Governo Federal asfaltou esse trecho da BR 116, a movimentação aumentou ainda mais com a construção da ponte sobre o Rio São Francisco e que liga os Estados de Pernambuco e Bahia. As paradas para pernoites dos caminhoneiros e a movimentação de quem viaja de uma região a outra do país pela Rodovia, tudo isso chama atenção de quem espera tirar proveitos ilícitos com a ausência do Poder Público.Muitos com quem conversamos lamentou profundamente o que está acontecendo no Ibó, crianças, jovens e adolescentes, se perdendo no mundo do crime, da prostituição infantil e das drogas. “Ninguém faz nada, é como se o Ibó não fizesse parte do Município ou do Estado, é triste vê nosso Ibó que já foi tranqüilo nessa situação”. Lamentou um dos moradores.Algumas pessoas conversaram conosco sob a condição de mantermos sua identidade em sigilo, todas demonstraram indignação com o que muitos já viram. Elas disseram que é como se ninguém estivesse nenhum preocupado, com toda essa situação, pois até mesmo quem deveria atuar de forma mais presente não está nem aí. “fico triste ao ver uma criança de 12, 13 e 14, anos de idade, negociando o próprio corpo como se fosse sua mina de ouro e ainda, fala que essa é a única forma de ganhar a vida”. Disse um servidor do Estado.Outras pessoas fizeram questão de entrar no assunto, pois esse tema causa revolta em muita gente nesse país. Um dos participantes da conversa chegou a falar: “Se as crianças de nossa cidade são tratadas assim mesmo sendo considerado o futuro, imagine como não são tratados os idosos que pra muitos são considerados o passado”? Outro pede as autoridades do Município e do Estado da Bahia, que adotem providencias urgente antes que o Distrito do Ibó fique conhecido por esse lado negativo.Com a palavra as autoridades. Didi Galvão.
Redação: Tony Bahia notícias de Barra do Tarrachil-BA.